Entre Rios do Oeste, PR

Cidade:
Entre Rios do Oeste
Estado:
Paraná
País:
Brasil
População total:
3.926 habitantes (2014)
Área total do município em quilômetros quadrados (km²):
122,07 km² (2014)
HISTÓRIA DE ENTRE RIOS DO OESTE Entre Rios do Oeste é hoje um município que possui uma estrutura própria de países ou regiões de primeiro mundo. A qualidade de vida de sua população é digna de destaque. Temos um município que atende as necessidades de seu povo e está sempre buscando as inovações que estão ocorrendo na atualidade. No entanto, para conquistarmos esta excelência, foi necessário muito trabalho, muita luta, coragem e persistência de pessoas de todos os tempos da história do município, que, assim como nós, buscaram sua subsistência e contribuíram muito para o progresso do espaço que os acolheu. Voltando ao máximo na história local dos registros descobrimos que, este espaço geográfico hoje denominado Entre Rios do Oeste já pertenceu ao Município de Guarapuava. No ano de 1914, Foz do Iguaçu se emancipou de Guarapuava e Entre Rios passou a pertencer a Foz. Em 1920 foi aberta a primeira estrada na floresta de Foz do Iguaçu até Curitiba. Entre Rios estava fora desta rota. Em 1950 foi aberta a primeira rodovia PR-495 ligada ao Sul do País, e passando pela antiga Estrada do Colono, o que possibilitou para uma grande população sulina a chegada e colonização de Entre Rios e região. Esta estrada também ligou Foz do Iguaçu a Guaíra, passando por Entre Rios. No ano de 1951, Toledo emancipou-se de Foz do Iguaçu e passamos a pertencer a este novo município. A partir de então, a empresa Colonizadora Industrial Madeireira Rio Paraná – MARIPÁ, encaminhou todos os trâmites para atrair investidores e negociar as terras para colonizar a região. Em 1956, numa primeira caravana, Emilio Agnes, José Agnes e Simão João Maldaner vieram aqui conhecer as terras. No ano de 1959, Entre Rios passou a receber oficialmente seus primeiros habitantes. Mais precisamente, no dia 28 de Julho de 1959 o hoje município de Entre Rios do Oeste começou a escrever sua história. Esta terra chamou a atenção de pessoas de outras regiões que tiveram grandes sonhos ao mesmo tempo voltados para si próprios e suas famílias, quanto para o desenvolvimento do lugar que escolheram para viver. No ano de 1959, mesmo com as estradas precárias, elas pelo menos, já existiam, o que era a primeira condição para que os sonhadores mais corajosos aqui acreditassem e se instalassem de vez. Foi construída a primeira ponte sobre o rio São Francisco. Era a primeira de várias pontes, pois sempre foram levadas pelas enxurradas, e por um tempo se utilizava uma balsa de força humana puxada por uma corda de um lado até o outro. No dia 28 de Julho de 1959 chegaram os primeiros moradores de Entre Rios: a família de João Naue, Ervino Hentges e Anselmo Scheffler. Em 1960, ano em que passamos a pertencer a Marechal Cândido Rondon, começou a funcionar em Entre Rios a primeira serraria movida a máquina a vapor de Gustavo Brissow. O senhor Bruno Spier instalou o primeiro comércio de gêneros em geral que atendeu todas as necessidades dos primeiros habitantes. Naquela época o comércio era chamado de “venda” ou “bolicho” e os agricultores compravam para pagar na safra. Mais tarde João Natalio Stein comprou o comércio de Bruno Spier no mesmo local onde ainda permanece até hoje. Ainda em 1960 a primeira professora Neli Naue organiza o primeiro desfile cívico de 07 de Setembro com 18 alunos da primeira escola denominada D. Pedro II, localizada onde hoje fica a Torre da Copel. No mesmo ano foram realizados os dois primeiros batizados: de Leni Luiza Stulp e Laudir Luiz Anderle. HISTÓRIA DAS PRIMEIRAS IGREJAS DE ENTRE RIOS No dia 12 de Novembro de 1960 foi fundada a congregação “Comunidade Evangélica Luterana da Paz de Entre Rios”. No entanto, a construção da igreja só foi concluída em 1963. Até esta data, os cultos religiosos foram realizados na escola Municipal D. Pedro II. O primeiro casamento de entrerrienses ocorreu em 19 de Junho de 1962, o casal Evaldo Brissow e Lori Celita Fruhauf, membros pertencentes a esta comunidade cristã. No dia 03 de Dezembro de 1960 foi constituída e fundada a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB, mas a edificação da igreja só ocorreu no ano de 1964. A comunidade Católica iniciou suas atividades no ano de 1961 também realizando inicialmente as cerimônias religiosas na escola D.Pedro II. O primeiro pároco que atendia a comunidade era o Padre João Werner. Apesar de ser a terceira comunidade cristã constituída em Entre Rios, construiu a primeira igreja, no ano de 1962, local onde hoje fica a atual secretaria católica, a primeira capela pertencia à paróquia de Marechal Candido Rondon, e posteriormente a Pato Bragado. O primeiro casamento católico em Entre Rios foi de José Meith e Elza Rodrigues que se uniram em enlace matrimonial na Capela católica local. Em 07 de Dezembro do mesmo ano casaram-se Olidio Tusset e Dorilda Anderle, matrimonio este realizado em Marechal Cândido Rondon por falta de padre em Entre Rios. ENTRE RIOS CRIANDO CENÁRIO No ano de 1962 foi criado o Distrito Administrativo de Entre Rios, nome dado oficialmente devido a sua localização entre os rios São Francisco Verdadeiro e Falso. Também no ano de 1962 foi aberto o primeiro açougue, de propriedade de Ervino Hentges. Na área da saúde, os serviços médicos, dentistas e farmacêuticos eram escassos e distantes. Por isso, a professora do ensino primário Noemia Elza Wegner Haener atendia mesmo que, precariamente, em alguns socorros necessários, e em seguida Armindo Kamporst instalou a primeira farmácia. Em 1962 também começou a prestar serviços o primeiro ônibus de propriedade de Arlindo Lamb, fazendo uma linha diária de locomoção. No mesmo ano foi fundado a Sociedade Esportiva e Recreativa Entre Rios, conhecido como o Clube Atlético, e o primeiro presidente foi Afonso Maldaner. A partir de então o nosso futebol foi coroado com muitos títulos na região e enchia de orgulho os entrerrienses que acompanhavam maciçamente o Atlético onde quer que ele fosse. Em 1965 começou a funcionar o primeiro moinho descascador de arroz de propriedade de Helmuth Fleck. Em 1966 conseguimos energia elétrica gerada por motor da Laminadora Cedrella. No ano de 1969 Ervino Hentges que já possuía o único açougue, comprou de Willi Brissow o primeiro posto de gasolina. A primeira padaria foi instalada de propriedade de Ivo Kroth, que é a atual padaria Kolling. Somente em 1969 a estrada Foz-Paranaguá foi asfaltada e denominada como BR-277, fato este necessário para o desenvolvimento de todo o Oeste do Paraná. Em 1970 foi fundado o Ginásio CNEC para as 5ª a 8ª séries, e mais tarde passou a funcionar o Ensino Médio, na época o Normal Magistério. O primeiro Diretor foi Ademir João Cassol. Em 1972 foi inaugurada a escola com 06 salas com o nome do presidente da época Emilio Garrastazu Médici – ficou denominado como Grupo Escolar Presidente Médici. Em 1980 as turmas de 5ª a 8ª séries foram gradualmente substituídas pela Rede Estadual de Ensino permanecendo apenas o Ensino Médio da CNEC por ser profissionalizante. Segundo relatos do professor Domingos Primieri, um caso curioso tem acontecido na transição da CNEC para a rede Estadual: em 1980 a 5ª série funcionava como se fosse uma extensão do Colégio Ceretta de Marechal Cândido Rondon, uma forma que encontraram para trazer a Rede Pública para o município, e só em 1981 o educandário foi denominado Escola Estadual Entre Rios. Finalmente no ano de 1972 conseguimos a tão sonhada energia elétrica trazida pela Copel numa extensão de Pato Bragado. Na década de 70, algumas culturas agrícolas foram experimentadas, tais como a hortelã e o café, que tiveram bons resultados. Também foram cultivados o sorgo e o girassol. No entanto, com a intensa mecanização, estas culturas acabaram cedendo espaço para o trigo, soja e milho. No ano de 1978 foi instalado o primeiro posto telefônico e a primeira telefonista foi Vilma Zimermann. Todos tiveram que usar o único PS por 04 anos até que em 1981 foram instalados 55 aparelhos de telefone fixos DDD a um valor muito alto. No ano de 1982 a Igreja Católica passou a ser paróquia, abrangendo quatro comunidades interioranas: Capela Santa Cruz de Volta Gaúcha, Capela Nossa Senhora Medianeira de Linha Golondrina, Capela Nossa Senhora de Fátima de Linha Vista Alegre e Capela Nossa Senhora Aparecida de Linha Divisa. Esta última acabou por ser tombada como Patrimônio Histórico em 1999. Até 1982 nossa água era de poço quando passamos a usar água encanada do SAAE, e também vimos ser asfaltadas as primeiras ruas da vila, mas a estrada ainda era de chão até 1987, ano em que o asfalto ligou Rondon a Santa Helena. Há mais de um ano a população rural viveu um grande medo da desapropriação, devido às águas da represa de Itaipu invadir suas terras. Em 1982 o grande lago da Costa Oeste se formou e muitas famílias foram embora, outras saíram do interior e vieram morar na cidade para mudar de atividade. O lago de Itaipu tem grande influência na vida da população entrerriense até hoje em todos os sentidos. Em 1988 foi construído e inaugurado o Ginásio de Esportes Laudir Luiz Anderle. Antes já havia campeonatos de futsal em cancha aberta no colégio e depois na praça. Em 1990 foi implantado o Cartório porque passamos a ser Distrito Judiciário, e também foi criado o 2º Grau Estadual de Educação Geral. No dia 18 de Junho de 1990 foi criado o Município de Entre Rios do Oeste através da Lei Estadual nº 9.301. No ano seguinte, a população através de plebiscito votou a favor da autonomia político-administrativa, emancipando-se assim de Marechal Cândido Rondon. O total de votantes foi de 2.400 pessoas com a manifestação de 98,4% favoráveis a emancipação. A eleição para o primeiro prefeito João Natalio Stein ocorreu em 1992, e a prefeitura passou a funcionar em 1993. No primeiro ano de vida própria além de se equipar desde a primeira caneta até máquinas e veículos para as primeiras ações de estruturação. Foi instalada a telefonia rural na Linha Divisa e Volta Gaúcha, e também implantado o Pronto Socorro na cidade. Em 1995 recebemos o Correio na nossa cidade porque antes dessa data a Comercial Stein fazia um trabalho de despachar e receber correspondências. Também foi inaugurada a Câmara de Vereadores no mesmo ano.No ano de 1996 foi instalado o Parque Industrial, melhorando os índices de emprego no município. 1997 foi o ano em que foi reformulada a Praça João Natalio Stein, construída a Creche e o Conselho Tutelar e criado o Departamento de Esportes. Com recursos estaduais foi construída a Base Náutica em virtude dos Jogos Mundiais da Natureza ligando-a com asfalto até a cidade. Em 1998 o município vivenciou o auge do esporte de repercussão internacional: os Jogos Mundiais da Natureza em que foram realizadas competições internacionais de canoagem. Este esporte apurou o gosto dos entrerrienses, motivando a criação de uma Escola de Canoagem que rendeu muitos títulos nacionais e internacionais ao município. Esteve em evidência na modalidade o jovem Djornes Anderle, e continua sendo ainda hoje um destaque o canoísta Fabionei Rauber. No ano de 1999 um espaço ocioso entre as duas pontes foi utilizado para a instalação de uma praia que depois foi sendo gradativamente estruturada. A partir do ano de 2003, Entre Rios do Oeste passou a ter o seu Centro de Eventos para a realização da festa de aniversário do município e outras festas de grandes proporções. Nos anos de 2005 a 2008 o município passou a investir em grande escala no setor produtivo rural para aumentar a arrecadação do ICMS e melhorar a qualidade de vida. Com isso Entre Rios do Oeste possui hoje um dos mais altos índices de criação de suínos per capita do Brasil, além de ostentar uma considerável produção avícola. Uma necessidade sentida há muito tempo foi também a desvinculação do Colégio Estadual do prédio da Escola Municipal. Foi quando a partir do ano de 2009 o Colégio Estadual Professor Ildo José Fritzen passou a funcionar em prédio próprio. A partir do ano de 2009 o destaque ficou por conta dos estudos avançados em relação ao projeto do Biogás que, uma vez implantado, trará ao município um desenvolvimento muito mais acelerado no futuro. Enquanto isso, importantes projetos estão em andamento e as expectativas são animadoras. Em 2013 se formou a última turma de estudantes do Magistério e o Curso não é mais disponibilizado no município em razão da insuficiência de procura. Em 2014 foi revitalizada a Praia Artificial e também a Praça central denominada João Natálio Stein em homenagem ao primeiro prefeito do município. Ainda em 2014 foi inaugurada a nova pavimentação da rodovia que demanda para a localidade da Linha Volta Gaúcha. No ano de 2015 está sendo ampliado o Ginásio de Esportes Laudir Luiz Anderle e está sendo construída uma nova e moderna UBS Unidade Básica de Saúde. Vale ressaltar ainda que o município de Entre rios do Oeste possui o título de Cidade Livre do Analfabetismo e ostenta um índice altíssimo de IDH. Também é digno de nota a classificação de Prefeito Empreendedor atribuído ao prefeito Jones Neuri Heiden em 2013. Como foi dito no início deste documentário, em cada época diferentes pessoas tiveram um objetivo em comum: o desenvolvimento sem limites e uma qualidade de vida cada vez mais digna para a população. Um município de merecimento de um povo que tem como característica o trabalho, e a honestidade. Fonte de Dados: Pesquisa de Campo por Ilvo José Weschenfelder Participação Rejane Vogt Anderle Assessoria de Comunicação – Prefeitura Municipal de Entre Rios do Oeste.
Indicadores separados por eixos

Carregando...


Realização

Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social
/parceiros/instituto-ethos-de-empresas-e-responsabilidade-social
http://www.ethos.org.br
Rede Nossa São Paulo
/parceiros/rede-nossa-s%C3%A3o-paulo
http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/
Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentaveis
/parceiros/rede-social-brasileira-por-cidades-justas-e-sustentaveis
http://rededecidades.ning.com/

Apoio

Fundação Avina
/parceiros/fundacao-avina
http://www.avina.net/esp/
Instituto Arapyaú
/parceiros/instituto-arapyau
http://www.arapyau.org.br/

Apoio de Mídia

A Tarde
/parceiros/tarde
Abril
/parceiros/abril
http://www.abril.com.br/
CBN
/parceiros/cbn
http://cbn.globoradio.globo.com/home/HOME.htm
Editora Globo
/parceiros/editora-globo
http://corp.editoraglobo.globo.com/
Meio Norte
/parceiros/meio-norte
Rádio Globo
/parceiros/radio-globo
http://radioglobo.globoradio.globo.com/home/HOME.htm
Rede Globo
/parceiros/rede-globo
http://redeglobo.globo.com/
Revista Piauí
/parceiros/revista-piaui

Parceiros Nacionais

ABEMA
/parceiros/abema-0
http://www.abema.org.br/site/pt-br/home/home.php
Afobras
/parceiros/afobras
http://www.afrobras.org.br/
Akatu
/parceiros/akatu
http://www.akatu.org.br/
Associação Brasileira dos Municípios (ABM)
/parceiros/associacao-brasileira-dos-municipios-abm
http://www.abm.org.br/
Atletas pela Cidadania
/parceiros/atletas-pela-cidadania
http://www.atletas.org.br/
CBCS
/parceiros/cbcs
http://www.cbcs.org.br/website/
Cenpec
/parceiros/cenpec
http://www.cenpec.org.br/
Dieese
/parceiros/dieese
http://www.dieese.org.br/
DPZ
/parceiros/dpz-0
http://dpz.com.br/
Escola de Governo
/parceiros/escola-de-governo
http://www.escoladegoverno.org.br/
Famurs
/parceiros/famurs
http://www.famurs.com.br/
Fórum Amazônia Sustentável
/parceiros/forum-amazonia-sustentavel
http://www.forumamazoniasustentavel.org.br/
Frente Nacional de Prefeitos
/parceiros/frente-nacional-de-prefeitos
http://www.fnp.org.br/home.jsf
Gife
/parceiros/gife
http://www.gife.org.br/
Greenpeace
/parceiros/greenpeace
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/
Instituto 5 Elementos
/parceiros/instituto-5-elementos
http://www.5elementos.org.br/site/index.php
Instituto Democracia e Sustentabilidade
/parceiros/instituto-democracia-e-sustentabilidade
http://www.idsbrasil.net/
Instituto Saúde e Sustentabilidade
/parceiros/sa%C3%BAde-e-sustentabilidade
http://www.saudeesustentabilidade.org.br/
Instituto Socioambiental
/parceiros/instituto-socioambiental
http://www.socioambiental.org/
Instituto Cidade Democrática
/parceiros/icd
http://www.cidadedemocratica.org.br/
Mobilize
/parceiros/mobilize
http://www.mobilize.org.br/
Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE)
/parceiros/movimento-de-combate-corrupcao-eleitoral-mcce
http://www.mcce.org.br/site/
NEF - Núcleo de Estudos do Futuro
/parceiros/nef-n%C3%BAcleo-de-estudos-do-futuro
http://www.nef.org.br/
OAB Conselho Federal
/parceiros/oab-conselho-federal
http://www.oab.org.br/
ONU Habitat
/parceiros/onu-habitat
http://www.unhabitat.org/categories.asp?catid=9
Pnuma
/parceiros/pnuma
http://www.pnuma.org.br/
Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS)
/parceiros/rede-de-acao-politica-pela-sustentabilidade-raps-0
http://www.raps.org.br/
Roland-Berger
/parceiros/roland-berger
http://www.rolandberger.com.br/
Sesc
/parceiros/sesc
http://www.sescsp.org.br/sesc/
SOS Mata Atlântica
/parceiros/sos-mata-atl%C3%A2ntica
http://www.sosma.org.br/
Todos pela Educação
/parceiros/todos-pela-educa%C3%A7%C3%A3o
http://www.todospelaeducacao.org.br/
Transition Brasil
/parceiros/transition-brasil
http://transitionbrasil.ning.com/
Trata Brasil
/parceiros/trata-brasil
http://www.tratabrasil.org.br/
União dos Vereadores do Brasil
/parceiros/uniao-dos-vereadores-do-brasil
http://www.uvbbrasil.com.br/novo/
Unicef
/parceiros/unicef
http://www.unicef.org/brazil/pt/
Vitae Civilis
/parceiros/vitae-civilis
http://www.vitaecivilis.org.br/
WWF
/parceiros/wwf
http://www.wwf.org.br/

Parceiros Internacionais

Aalborg
/parceiros/aalborg
http://www.sustainablecities.eu/
Conama
/parceiros/conama
DAC - Danish Architecture Centre
/parceiros/dac-danish-architecture-centre
http://www.dac.dk/
Eco City Builders
/parceiros/eco-city-builders
http://www.ecocitybuilders.org/
Ecodes
/parceiros/ecodes
http://www.ecodes.org/
Ford Foundation
/parceiros/ford-foundation
http://www.fordfoundation.org/
La Ciudad Verde
/parceiros/la-ciudad-verde
http://www.laciudadverde.co/2/
New Cities Foundation
/parceiros/new-cities-foundation
http://www.newcitiesfoundation.org/
Red Argentina de municipios frente al cambio climático
/parceiros/red-argentina-de-municipios-frente-al-cambio-climatico
http://www.gobiernolocal.gob.ar/index.php?option=com_flexicontent&view=items&Itemid=15&cid=5&id=158637
Red Paraguaya por Ciudades Sustentables
/parceiros/red-paraguaya-por-ciudades-sustentables
http://ciudadessustentables.org/
Red Uruguaya de Ciudades Justas Democraticas y Sustentables
/parceiros/red-uruguaya-de-ciudades-justas-democraticas-y-sustentables
http://www.redciudades.org.uy/
Sustainable Cities
/parceiros/sustainable-cities
http://sustainablecities.net/
Sustainable Cities Europe
/parceiros/sustainable-cities-europe
http://www.sustainablecities.eu/
This Big City
/parceiros/big-city
http://thisbigcity.net/

Patrocinadores

ALCOA
/parceiros/alcoa
http://www.alcoa.com/brasil/pt/info_page/home.asp
Anamma
/parceiros/anamma
http://www.anamma.com.br/
Bradesco
/parceiros/bradesco
http://www.bradesco.com.br/html/classic/index.shtm
BRF
/parceiros/brf
http://www.brf-br.com/
Caixa Econômica Federal
/parceiros/caixa-econ%C3%B4mica-federal
http://www.caixa.gov.br/
CPFL Energia
/parceiros/cpfl-energia
http://www.cpfl.com.br/
Dualtec
/parceiros/dualtec
http://www.dualtec.com.br/
Embraer
/parceiros/embraer
http://www.embraer.com/pt-BR/Paginas/Home.aspx
IBM
/parceiros/ibm
http://www.ibm.com/br/pt/
Instituto Cyrela
/parceiros/instituto-cyrela
http://www.institutocyrela.com.br/site/home
Instituto Semeia
/parceiros/instituto-semeia
http://www.semeia.org.br/
Itaipu Binacional
/parceiros/itaipu-binacional
http://www.itaipu.gov.br/
Itaú
/parceiros/ita%C3%BA
http://www.itau.com.br
Natura
/parceiros/natura
http://www.natura.net/br/index.html
Nestlé
/parceiros/nestl%C3%A9
http://www.nestle.com.br/site/home.aspx
Porto Seguro
/parceiros/porto-seguro
http://www.portoseguro.com.br/
Promon
/parceiros/promon
http://www.promon.com.br/
Safra
/parceiros/safra
http://www.safra.com.br/portugues/index2.asp
Santander
/parceiros/santander
https://www.santander.com.br/
Vale
/parceiros/vale
http://www.vale.com/PT/Paginas/Landing.aspx
Votorantin
/parceiros/votorantin
http://www.institutovotorantim.org.br/pt-br/Paginas/home.aspx
VR
/parceiros/vr
http://www.vr.com.br/portal/
Walmart
/parceiros/walmart
http://www.walmart.com.br/